Polícia Civil apresenta homem acusado de estuprar a enteada de 10 anos

Os crimes aconteceriam dentro da casa onde eles moravam quando a mãe estava ausente. À polícia, a mulher disse que não tinha conhecimento sobre os abusos

Um homem suspeito de abusar sexualmente da própria enteada de 10 anos de idade foi apresentado pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) na manhã desta terça-feira (23/9). De acordo com a Polícia Civil, Orringueo da Silva Ferreira, de 40 anos, teria abusado da menina há pelo menos dois anos.

Os crimes aconteceriam dentro da casa onde eles moravam quando a mãe estava ausente. À polícia, a mulher disse que não tinha conhecimento sobre os abusos.

As investigações tiveram início na última quinta-feira (18) após o recebimento de uma denúncia anônima. A criança prestou depoimento na sexta (19) e confirmou que era violentada pelo padrasto.

A menina afirmou que não havia relatado sobre os abusos porque era ameaçada de morte. Ela foi submetida a exames que comprovaram as violências e, em seguida, foi levada a um abrigo da capital.

O suspeito negou todas as acusações e foi indiciado por estupro de vulnerável. A mãe será investigada por suposta conivência com os crimes relatados.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.