Pit-dogs instalados na calçada do HGG serão removidos

Pedido partiu da OS que administra o hospital, que apontou possíveis agravos à saúde dos pacientes por causa do lixo e insetos atraídos para o lugar

Prefeitura já havia determinado a remoção, mas sindicato que representa a categoria entrou com um mandato de segurança | Foto: Reprodução

Prefeitura já havia determinado a remoção, mas sindicato que representa a categoria entrou com um mandato de segurança | Foto: Reprodução

A Justiça determinou que os pit-dogs localizados no muro do Hospital Alberto Rassi (HGG) deverão sair do local. O pedido para a remoção dos estabelecimentos partiu da Organização Social que administra o hospital, o Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idetech) e foi acatada pela Prefeitura, mas o Sindicato dos Proprietários de Pit-Dog e Lanches do Estado de Goiás (Sindipitdog) entrou com um mandato de segurança.

O pedido do sindicato foi indeferido pelo desembargador Walter Carlos, da 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) e agora os estabelecimentos terão que sair das calçadas em frente ao hospital. O argumento do IDETCH é que os pit-dogs podem trazer riscos à saúde dos pacientes por causa do lixo e insetos.

Na sentença, o desembargador destacou que as licenças de funcionamento estavam vencidas e que a Prefeitura cumpriu seu papel, atuando em favor do coletivo. O pedido de suspensão protocolado pelo sindicato já havia sido indeferido em primeiro grau pelo juiz Leonardo Naciff Bezerra, da 2ª Vara da Fazenda Pública Municipal e Registros Públicos da comarca, mas o sindicato recorreu. No entanto, a Justiça manteve sua decisão.

*Com informações do TJGO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.