Pilotos “irmãos” de Goiás esperam apoio da torcida

Lucas Foresti (DF) e Felipe Fraga (TO) querem ganhar o coração dos goianos, sem representantes este ano na categoria top do automobilismo nacional

O estreante Felipe Fraga, do Tocantins, já venceu uma prova este ano e espera apoio da arquibancada | Foto: Fernando Leite

O estreante Felipe Fraga, do Tocantins, já venceu uma prova este ano e espera apoio da arquibancada | Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

Goiás já teve dois campeões na Stock Car (Alencar Júnior, em 1982, e Marcos Gracia, em 1986), mas atualmente não tem nenhum representante na categoria, mas dois pilotos de localidades “coirmãs” do Estado querem cair nas graças da torcida que estará neste domingo no Autódromo de Goiânia: o tocantinense Felipe Fraga (Vogel Motorsport) e o brasiliense Lucas Foresti (RC3 Bassani).

Até por uma questão de idade – Fraga tem 18 anos e Foresti, 22 – será a primeira vez de ambos em Goiânia. Estão animados. “Há vários bumps (ondulações) na pista e gosto disso”, diz o piloto do Tocantins, que já venceu uma prova neste seu ano de estreia na categoria. Já o único a representar o Centro-Oeste na Stock este ano discorda quanto aos bumps: “Gostei muito do autódromo, o pessoal está realmente de parabéns. A pista é rápida, desafiadora e o asfalto está lisinho, sem nenhum bump. A parte de infraestrutura também ficou muito boa”, declarou Lucas Foresti, também estreante.

Felipe Fraga já é uma celebridade no Tocantins. “Moro em um Estado onde sou o único piloto e por isso todo mundo me dá muita força.” Ele aposta na torcida goiana. “Conheço muita gente de Goiânia, tenho muitos amigos aqui. Acho que uma boa parte da arquibancada vai estar comigo”, diz.

Lucas Foresti deve contar com o apoio de brasilienses que virão assistir à corrida | Foto: Fernando Leite

Lucas Foresti deve contar com o apoio de brasilienses que virão assistir à corrida | Foto: Fernando Leite

Já o brasiliense Lucas também espera a força de seus conterrâneos, que devem comparecer em grande número para a primeira prova do novo autódromo. No segundo treino livre desta manhã, Lucas Foresti foi apenas o 30º. Felipe Fraga se deu bem melhor, com a 6ª colocação. O melhor da manhã foi Átila Abreu (Mobil Super), com o tempo de 1min22s137, seguido de Marcos Gomes (Schin Racing) e Rafa Matos (Hot Car).

Deixe um comentário