Pichação em faculdade diz que “lugar de negro é no presídio”

Comentário preconceituoso foi encontrado no campus Higienópolis do Mackenzie, em São Paulo 

pichacao-banheiro-mackenzie

Pichação encontrada em São Paulo | Foto: reprodução

“Lugar de negro não é no Mackenzie. É no presídio”. Essa é a mensagem que os alunos da Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, de São Paulo, encontraram em um dos banheiros da universidade.

A pichação de tom racista não foi assinada e foi amplamente divulgada por meio das redes sociais. Estudantes criticaram o ato, que chegou a ser esclarecido pela própria direção da faculdade.

Segundo um comunicado publicado no site do Mackenzie e assinado pelo diretor da Faculdade de Direito, José Francisco Siqueira Neto, “já foi feita a denúncia aos órgãos e instâncias responsáveis pela apuração, instaurado procedimento interno para apuração dos fatos e possível identificação de autoria”.

Veja abaixo:

À Comunidade Acadêmica da Faculdade de Direito, A Direção da Faculdade de Direito comunica que tomou conhecimento no final da tarde de hoje da existência de dizeres de cunho racista no banheiro masculino do subsolo do Prédio 3, Campus Higienópolis.

Lastreada nos valores e objetivos institucionais, a Direção se manifesta no sentido de repudiar todo e qualquer ato, ação ou manifestação de cunho racista em nosso ambiente.

Ainda não sabemos a autoria, o que nos impossibilita de precisar se tal ato foi realizado por algum aluno ou membro da comunidade da Universidade.

Informa que já foi feita a denúncia aos órgãos e instâncias responsáveis pela apuração, foi instaurado procedimento interno para apuração dos fatos e possível identificação de autoria, para que possamos imputar responsabilidades.

Somos resultado de um processo de doação, entrega, solidariedade e pioneirismo a partir de uma experiência inovadora caracterizada pela introdução de um ensino destinado a todos os membros da comunidade brasileira, sem discriminação, e que este mês completa 145 anos.

Nossa história de ampliação de liberdades e construção de oportunidades, nos impõe a reafirmação permanente do nosso compromisso com a defesa dos Direitos e Garantias Individuais e Coletivos, com o bem-estar do nosso povo e o repúdio a atos discriminatórios de quaisquer naturezas. São Paulo, 06 de outubro de 2015

Prof. Dr. José Francisco Siqueira Neto, diretor da Faculdade de Direito

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.