PF deflagra nova fase da Operação Lava Jato

Segundo informações da “Folha”, são cumpridos mandados de prisão preventiva, prisão temporária e condução coercitiva

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta sexta-feira (26/5), mais uma fase da Operação Lava Jato, que tem como principal objetivo apurar operações financeiras realizadas a partir da
aquisição pela Petrobras de direitos de exploração de petróleo em Benin, na
África.

Batizada de Poço Seco, a 41ª etapa cumpre oito mandados de busca e
apreensão, um de prisão preventiva, um de prisão temporária e três de condução coercitiva nos estados do Distrito Federal, Rio de Janeiro e São Paulo. As informações foram publicadas na “Folha de S. Paulo”.

De acordo com nota da PF, entre os alvos está Fernanda Luz, ligada ao lobista que atuava na Petrobras Jorge Luz — preso em Curitiba (PR) com o filho Bruno.

O nome Poço Seco é uma referência aos resultados negativos do investimento
realizado pela estatal na aquisição de direitos de exploração de poços de
petróleo em Benin.

Os investigados responderão pelos crimes de corrupção, fraude em licitações,
evasão de divisas e lavagem de dinheiro, entre outros. Os presos serão levados para a sede da Polícia Federal em Curitiba.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.