Pela primeira vez, ocorre vazamentos de dados de chaves Pix no Banco Central

Segundo o BC, as informações foram expostas devido a “falhas pontuais em sistemas dessa instituição financeira”

Nesta quinta-feira, 30, o Banco Central (BC) informou que houve o primeiro vazamento de chaves do sistema de pagamentos instantâneos, o Pix. As vítimas seriam clientes do Banese (Banco do Estado de Sergipe).

Em nota, o BC afirmou que “as informações obtidas são de natureza cadastral, que não permitem movimentação de recursos, nem acesso às contas ou a outras informações financeiras”. O banco explicou que as pessoas que tiveram seus dados cadastrais vazados serão notificadas pelo próprio aplicativo do BC.

Eles asseguraram que não houve vazamento de sigilo bancário. “Não foram expostos dados sensíveis, tais como senhas, informações de movimentações ou saldos financeiros em contas transacionais, ou quaisquer outras informações sob sigilo bancário”, afirmaram em nota.

Sobre o fato de tornar público a falha no sistema, eles alegaram que “mesmo não sendo exigido pela legislação vigente, por conta do baixo impacto potencial para os usuários, o BC decidiu comunicar o evento à sociedade, à vista do compromisso com a transparência que rege sua atuação”.

O BC segue apurando o caso e reiterou que aplicará as medidas sancionadoras previstas na regulação vigente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.