Pazuello recebe críticas de generais após participação em ato ao lado do Bolsonaro

Ex- ministro do Governo, o general da reserva Carlos Alberto dos Santos Cruz e o vice-presidente, general Hamilton Mourão se manifestaram nesta segunda-feira, 24. Exército deve adotar medidas administrativas ou disciplinares

General Carlos Alberto dos Santos Cruz  e o vice-presidente, general Hamilton Mourão | Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil e reprodução/ Twitter

O ex-ministro do Governo de Jair Bolsonaro (sem partido), o general da reserva Carlos Alberto dos Santos Cruz, usou o Twitter nesta segunda-feira, 24, para criticar o ex-ministro da Saúde e general da ativa Eduardo Pazuello. Reação veio após ato com apoiadores do presidente da República realizado no domingo, 23, no Rio de Janeiro.

Quem também se pronunciou sobre o ato, foi o vice-presidente, general Hamilton Mourão, dizendo que o ex-ministro da Saúde deve sofrer alguma punição do Exército por participar de ato favorável ao governo.

“O episódio será conduzido à luz do regulamento. Eu já sei que o Pazuello entrou em contato com o comandante, colocando a cabeça dele no cutelo, entendendo que ele cometeu um erro. O regulamento disciplinar do Exército, no seu anexo 1, tem uma série transgressões. Entre elas, pode ser enquadrada essa presença do general Pazuello nessa manifestação, é uma manifestação de cunho político”, disse Mourão a jornalistas no Palácio do Planalto nesta segunda-feira.

Ainda hoje, o Comando do Exército deve adotar medidas administrativas ou disciplinares contra o general Eduardo Pazuello.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.