Paulo Garcia: “Vamos zerar dívidas com precátorios até o final do ano”

Prefeito de Goiânia garantiu que depósitos judiciais serão usados para quitar pendências financeiras e fazer novos investimentos

Prefeito Paulo Garcia discursa durante evento no Curitiba III | Foto: Marcello Dantas / Jornal Opção

Prefeito Paulo Garcia discursa durante evento no Curitiba III | Foto: Marcello Dantas / Jornal Opção

O prefeito de Goiânia, Paulo Garcia (PT), voltou a comemorar os R$ 62 milhões extras que já estão nos caixas da administração municipal e traçou o destino da verba advinda dos depósitos judiciais.

Em rápida entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira (6/11), no Jardim Curitiba III, o petista assegurou que usará o montante para zerar todas as dívidas do município com precatórios (processos movidos contra algum ente da federação).

“São três rubricas legais já definidas pela lei. A primeira e primordial será o pagamento dos precatórios. Com isso, seremos a primeira capital brasileira a quitar toda a dívida de precatórios do Brasil. Até o dia 31 de dezembro de 2015 não haverá mais nenhum processo a ser pago”, afiançou ele. Em seguida, a prefeitura irá pagar dívidas previdenciárias e fundadas.

Paulo Garcia comentou, ainda, a reunião que teve com os vereadores da Comissão de Constituição Redação e Justiça (CCJ) no começo desta manhã. “Foi muito produtiva, eles fizeram o compromisso de votar em tempo hábil tudo que é importante para a cidade”, resumiu.

Questionado sobre a situação das entidades filantrópicas e creches que recebem recursos do governo federal, o prefeito fez questão de destacar que hoje há um contingenciamento muito grande devido à grave crise financeira. No entanto, se disse “otimista” e confiante no esforço e planejamento que a atual administração tem empenhado para “dar respostas à socidade”.

Na última quinta-feira (5/11), Paulo Garcia esteve em Brasília para reuniões com ministros, em especial Gilberto Kassab (Cidades), para garantir o repasse de recursos para conclusão de obras em Goiânia

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.