Paulo Garcia sinaliza troca na educação e Comurg

Osmar Magalhães, secretário de Governo, deve substituir Neyde Aparecida. Ela foi indicada para presidir a companhia de limpeza urbana da capital

Neyde  Aparecida (à esquerda), secretária de Educação, com Paulo Garcia e alunos da rede municipal. Ela deve ir para a Comurg | Foto: Edilson Pelikano/DIvulgação

Neyde Aparecida (à esquerda), secretária de Educação, com Paulo Garcia e alunos da rede municipal. Ela deve ir para a Comurg | Foto: Edilson Pelikano/DIvulgação

Novos detalhes sobre a reforma administrativa no Paço Municipal serão anunciados pelo prefeito Paulo Garcia (PT) na tarde desta quarta-feira (11/2). As atenções estão voltadas para as trocas na Secretaria de Educação (Seduc) e na Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg).

Osmar Magalhães, professor e titular da secretaria de Governo, deve substituir Neyde Aparecida na Educação. Ela também é educadora e deve ir para a Comurg, presidida atualmente por Ormando José Pires Júnior. Todos são petistas do quadro de indicação pessoal do prefeito. O Jornal Opção Online entrou em contato com os três, mas as ligações não foram atendidas.

Neyde já esteve à frente a companhia, em 2001. A docente foi condenada por prática de improbidade administrativa por ter presidido a Comurg em um período que havia mais funcionários comissionados do que concursados.

Em evento que entregou kits escolares para alunos da capital nesta quarta-feira, Paulo Garcia fez referência aos dois logo no início de sua fala. “Porque digo que os dois têm relação antiga com a educação em Goiânia e em todo o Estado? Os dois são professores e dedicaram a maior parte da sua vida ao ensino e aos profissionais da área”, disse às crianças, referindo-se à atuação da dupla em sindicatos da categoria.

Osmar participou da fundação da organização sindical dos trabalhadores em Goiás, fato que foi ressaltado pelo petista. “É uma pessoa que poderia muito bem estar à frente desta pasta e daria continuidade ao trabalho exercido pela professora. Com muito esmero, sem nenhuma lesão à continuidade e muita tranquilidade”, pontou.

Sobre Neyde, Paulo Garcia foi sucinto: “Vem realizando um trabalho, até este momento, com muita qualidade e produtividade”.  A secretária analisou que irá atender à vontade do prefeito, caso seja indicada para a Comurg, mas que pretende permanecer trabalhando na Educação.

À imprensa, o prefeito afirmou que os dois são bons nomes. Ele aproveitou para anunciar que irá anunciar a reforma administrativa por completa entrevista coletiva, às 16 horas. “Tenho muito apreço e qualificação para ocupar qualquer posto na cidade”, comentou.

O projeto do Poder Executivo prevê a redução em até 40% das despesas dos cofres do município — considerando a extinção ou fusão de dez secretarias. As alterações na gestão da capital contrapõe a falta que os recursos advindos do não reajuste do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU/ITU) na Câmara de Vereadores, em dezembro.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.