Paulo Garcia agradece a Dilma pela parceria nos últimos “5 anos, 4 meses e 9 dias”

Ao se referir ao tempo de governo que a petista tem à frente do governo federal, prefeito de Goiânia destacou em seu discurso a contribuição da União com ações municipais

Em discurso na inauguração do novo Aeroporto Santa Genoveva, o prefeito Paulo Garcia (PT) agradeceu o apoio de Dilma à sua administração em Goiânia | Foto: Renan Accioly/Jornal Opção

Em discurso na inauguração do novo Aeroporto Santa Genoveva, o prefeito Paulo Garcia (PT) agradeceu o apoio de Dilma à sua administração em Goiânia | Foto: Renan Accioly/Jornal Opção

“Alguns se cansam e se perdem pelo caminho. Outros continuam lutando. A senhora, presidenta Dilma, é uma lutadora. E pode contar conosco nessa caminhada.” O agradecimento feito pelo prefeito Paulo Garcia (PT) na noite desta segunda-feira (9/5) durante a inauguração do novo terminal de passageiros do Aeroporto Santa Genoveva destacou a parceria entre a União e o Município.

“Um obrigado em meu nome pelas parcerias que o meu governo e o seu tiveram nos últimos 5 anos, 4 meses e 9 dias. Muito Obrigado em nome de todos os goianienses e de todas as goianienses pelo seu olhar e seu cuidado sobre a nossa cidade”, disse à presidente Dilma Rousseff (PT) o prefeito.

Para Paulo Garcia, não há dúvida de que hoje o goianiense vive “em uma cidade melhor”. “Com a ajuda do seu Governo, Goiânia ganhou importantes obras nas mais diversas áreas. Foram CMEIS para a educação, UPAs na saúde, CRAS na Assistência Social, pontos de cultura nas artes, corredores de ônibus na mobilidade urbana, praças da juventude no Esporte e lazer, canalização de córregos no meio ambiente, casas e apartamentos na moradia, CAPS no combate às drogas, viaturas e armamentos para a Guarda Municipal no auxílio à Segurança, casa da acolhida ajudando no combate à violência contra as mulheres, pavimentação asfáltica na infraestrutura.”

O prefeito agradeceu a Dilma pelas obras e serviços listados em seu discurso, entre eles a construção do Hospital da Mulher e maternidade da Região Oeste da capital. “sta obra já está sendo feita. Ela vai garantir que o município de Goiânia tenha capacidade de atender 100 por cento dos partos da rede pública. É isso mesmo: 100 por cento e numa visão humanista de saúde”, destacou Paulo Garcia.

“A senhora é uma mulher especial. Uma mulher que nunca fugiu à luta. Que sempre enfrentou os desafios de cabeça erguida. E que desafios a senhora enfrentou na sua vida: a luta contra a ditadura militar, a luta pela democracia e sua consolidação. A vida é assim: vencemos um desafio e outros aparecem. E Aí nós lutamos de novo. E de novo. E de novo.”

Sobre o aeroporto

Paulo Garcia lembrou que “foram mais de dez anos para a inauguração dessa obra”. “No dia 21, agora de maio, quando o aeroporto entrar em efetiva operação, todos e todas vão poder ver a magnitude do novo Aeroporto Santa Genoveva.” O prefeito afirmou que a construção do aeroporto é uma prova da capacidade de luta de Dilma.

“Um aeroporto moderno e funcional. Um investimento de mais de R$ 467 milhões. Uma obra que mostra o republicanismo com que a senhora trata os agentes públicos.”

Ao citar o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), que não enviou representante ao evento, a plateia vaiou o tucano. “O governador de Goiás, aqui ao nosso lado, é do PSDB. E isso não impediu a parceria para o bem dos goianos e das goianas. Uma parceria, que por sinal, possibilitou um investimento de mais de 8 bilhões de reais em nosso estado”, disse Paulo Garcia.

Quando ouviu as vaias, o prefeito pediu ao público que agisse com senso democrático e respeitasse a figura de um político que também foi importante na luta para que o aeroporto se tornasse uma realidade.

E voltou a elogiar Dilma: “Eu tenho orgulho de ser governado pela senhora. Muito obrigado pela firmeza de caráter e por não se curvar para aqueles que nunca aceitaram o fato desse país ter se desenvolvido e promovido a inclusão social de milhares de famílias brasileiras. Primeiro por um operário. Depois por uma mulher”.

Impeachment

Antes de encerrar seu discurso com o poema Saber Viver, da goiana Cora Coralina, o petista afirmou que a presidente da República enfrenta um “jogo duro”, “desleal” e “perigoso” no atual momento político do País. “A nossa democracia foi conquistada com muita luta. Até com o sangue de centenas de pessoas. O voto popular é uma conquista que não podemos abrir mão.”

Paulo Garcia lembrou os R$ 54,5 milhões de votos que Dilma recebeu no segundo turno das eleições de 2010 ao ser reeleita. “O voto popular determina os rumos que devem ser seguidos. Qualquer alternativa que desrespeite esse voto popular é um retrocesso. É um golpe à democracia. Infelizmente política, justiça e gratidão nem sempre andam juntas”, considerou o prefeito.

E concluiu: “Portanto, presidenta Dilma: lute. Continue lutando em favor da democracia. Resista. E conte conosco. Presidenta Dilma, a senhora é uma mulher que já entrou para a história do nosso país.”

No final de seu discurso, Paulo Garcia continuou: “Não a história recente que julga pela aparência dos fatos ou pela forma como eles são manipulados. Mas para a história que decanta os acontecimentos e joga luz sobre a verdade”.

E leu os versos de Cora Coralina:

Não sei… Se a vida é curta

Ou longa demais pra nós,

Mas sei que nada do que vivemos

Tem sentido, se não tocamos o coração das pessoas.

 

Muitas vezes basta ser:

Colo que acolhe,

Braço que envolve,

Palavra que conforta,

Silêncio que respeita,

Alegria que contagia,

Lágrima que corre,

Olhar que acaricia,

Desejo que sacia,

Amor que promove.

 

E isso não é coisa de outro mundo,

É o que dá sentido à vida.

É o que faz com que ela

Não seja nem curta,

Nem longa demais…

Saber Viver (Cora Coralina)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.