A Frente de Evangélicos pelo Estado de Direito citou o pastor goiano Thiago Bezerra entre as lideranças evangélicas que ajudaram a mobilizar atos criminosos no último domingo, 8. Ele esteve presente nos atos terroristas e, durante o vandalismo, publicou vídeos até de dentro do Palácio do Planalto. “Eu entrei ali dentro apenas pra dizer pras pessoas não fazerem isso”, tentou se explicar.

Em uma live realizada no seu canal do Youtube, com mais de cinco mil inscritos, ele sustenta a narrativa de que as cenas de violência foram protagonizadas por infiltrados da esquerda. “Tinha gente sentada em suas cadeirinhas dentro do Planalto. E as pessoas vão chamar isso de terrorismo?”, afirmou.

O pastor ainda sustenta que os vidros foram quebrados por bombas de efeito moral e teriam sido lançadas por canhões. “Os patriotas estava varrendo os vidros”, disse o pastor na live. No entanto, por definição, esse tipo de artefato não lança projéteis no ar, como uma granada tradicional, sendo capaz apenas de fazer barulho e soltar fumaça para dispersar multidões.