Pastor é preso após decepar mão da esposa

Família do casal conta que eles vinham enfrentando conflitos há cerca de 7 meses e homem chegou a vigiar mensagens no celular da vítima

Ana Luíza Andrade

Foto: Renan Accioly

Um pastor evangélico se entregou à polícia de Rondônia após decepar a mão de sua esposa. Conhecido como pastor Josemar, o homem de 49 anos confessou o crime e alegou a motivação do ciúmes para justificar a violência doméstica.

A família do casal conta que os dois vinham enfrentando conflitos há cerca de 7 meses, desde que o pastor desconfiou que a vítima estivesse mantendo um caso extra-conjugal.

Fontes afirmam que o líder religioso teria visto conversas da esposa com outro homem em aplicativos de redes sociais no celular. O ciúmes é enfatizado como a desculpa para o descontrole criminoso do pastor.

Os vizinhos, que socorreram a vítima identificada como Juliete Coutinho da Costa, de 28 anos, levaram ela e a mão decepada ao hospital. Os médicos não conseguiram reimplantar o membro.

O pastor Josemar, que trabalhava como vendedor de verduras na região da Estrada da Areia Branca, zona sul do estado de Rondônia, vai responder pelo crime de feminicídio em liberdade, por possuir bons antecedentes criminais e ter se apresentado de forma espontânea a Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam).

O criminoso poderá ser condenado a pena de reclusão com base no art. 121 do Código Penal Brasileiro. A vítima se encontra internada no Pronto Socorro João Paulo II, onde se queixa de fortes dores e está sob os cuidados médicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.