Pastor acusado de espancar esposa é procurado pela polícia

“Ele começou a me socar, a me espancar e enforcar, e a minha filha vendo tudo em cima da cama pedindo pra ele parar”, disse a vítima nas redes sociais

Foto: Divulgação

O pastor da Igreja Mundial do Poder de Deus, Marcos Canalli, está foragido após ser acusado de espancar e tentar enforcar a esposa. O caso aconteceu em Cuiabá, Mato Grosso.

Juliana Lima, também pastora, acusou Marcos pela agressão, e afirmou em suas redes sociais que o marido não aceitava o fim do relacionamento. Em um de seus relatos a vítima diz: “Enfim deu 8h da manhã e ele começou a me socar, a me espancar e enforcar, e a minha filha vendo tudo em cima da cama pedindo pra ele parar, enquanto ele prendeu meu outro filho no banheiro”.

Em outra postagem Juliana escreveu: “E quando ele abriu o portão só sei que ele entrou no carro, e eu muito fraca desmaiei na rua, a voz não saia, só saia um gemido.” A pastora divulgou ainda, fotos suas, com o rosto todo machucado pelas agressões.

Marcos Canalli foi pastor da Igreja Universal Reino de Deus, e antes de fugir, estava ligado à Igreja Mundial, em Cuiabá.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.