Para Wellington Peixoto, candidatura de Iris é essencial para MDB formar chapa competitiva

 “A chapa tem que ser construída antes de março, que é a data da janela partidária. Temos uma preocupação de não esvaziar o partido, com uma possível demora. Muitos vão querer estar ao lado do Iris”, avalia

Vereador Wellington Peixoto (MDB) | Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

“Iris Rezende é o candidato a prefeito do MDB”, disse o vereador Wellington Peixoto ao Jornal Opção. Para ele, o partido tem grandes nomes, no entanto, a presença do alcaide é considerada essencial para que a sigla consiga agregar para a construção de uma chapa forte para a Câmara Municipal.

“Precisamos de um grupo competitivo. Se não fizermos um, não haverá nenhum vereador”, diz Wellington em referência às mudanças na lei eleitoral para 2020, que impede a formação de coligações para eleições proporcionais. “A chapa tem que ser construída antes de março, que é a data da janela partidária. Temos uma preocupação de não esvaziar o partido, com uma possível demora. Muitos vão querer estar ao lado do Iris”, avalia.

Com Iris Rezende como candidato a prefeito, a janela partidária vira um grande atrativo. Bons nomes poderiam migrar para o MDB. “O partido tem grandes nomes, como o Maguito Vilela, o Bruno Peixoto, que já foi secretário de governo, é capacitado. Mas acredito que Iris seja o candidato”, afirma.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.