Para evitar promoções enganosas, Procon faz pesquisa de preços antes da Black Friday

Foram fiscalizadas 32 lojas físicas e 11 sites. Órgão divulgou planilha de preços

Para evitar que consumidores sejam enganados durante a Black Friday, Procon Goiás inicia divulgação de planilha de preços coletados no comércio durante fiscalização. A promoção, que ocorre uma vez ao ano em uma sexta-feira, está marcada para o próximo dia 23 de novembro.

De acordo com informações do órgão, foram fiscalizadas 32 lojas físicas e 11 sites desde o dia 22 de outubro até o momento. Foram coletados os preços promocionais para que o consumidor possa comparar e checar se o preço na Black Friday é realmente promocional.

A lista está no site do Procon Goiás desde quinta-feira (8/11). Além de coletadas nas próprias lojas, as planilhas são baseadas em valores divulgados em anúncios, como encartes e folders. O intuito é estar atento ao histórico dos preços para evitar a chamada “metade do dobro”, quando as empresas participantes elevam os preços antes da promoção para reduzir, no dia do evento, para o valor real.

A prática, também conhecida como “maquiagem de preços”, será fiscalizada no dia do evento novamente. Em caso de irregularidades, a empresa será autuada. Além de práticas abusivas previstas no Código de Defesa do Consumidor (CDC), será fiscalizado o cumprimento da Lei Estadual nº 19.607/2017, que obriga os fornecedores, no Estado de Goiás, a informar ao consumidor o histórico de preços de produto ou serviço a respeito do qual exista publicidade ou qualquer tipo de anúncio veiculando promoção ou liquidação.

A Black Friday, ou Sexta-Feira Negra, em tradução literal, é um evento de origem nos Estados Unidos, realizado na sexta-feira após o Dia de Ação de Graças – comemorado lá. No Brasil, o evento começou a ser realizado em 2010. Na data, o comércio aproveita para limpar os estoques antes do Natal e anuncia ofertas de produtos e serviços com grandes descontos e promoções.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.