Para evitar nova prisão, deputado Daniel Silveira pula muro da residência

Polícia Federal relata que ao se deparar com a agente, parlamentar do Rio de Janeiro “retornou prontamente”.

O deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) teria, mais uma vez, tentado violar o seu mandato de prisão domiciliar ao tentar fugir de sua casa. Contudo, Daniel se deparou com um agente da Polícia Federal e retornou prontamente para sua casa, revelou na manhã de hoje (25) matéria da CNN que teve acessão ao relatório da PF sobre a prisão do parlamentar.

Silveira já teria violado 36 vezes as regras de uso da tornozeleira eletrônica e por isso e suas tentativas de fugir o ministro Alexandre de Moraes determinou sua prisão. Ele ficará preso no Batalhão Especial Prisional da Polícia Militar do Rio de Janeiro.

Antes de determinar sua prisão a pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) , o ministro Alexandre Moraes teria requerido uma fiança de R$ 100 mil ao deputado que não pagou. Durante o cumprimento do mandato, os policiais federais também apreenderam o celular de Silveira que será encaminhado a perícia, pois o deputado não quis dizer qual a senha de acesso.

Em nota, o advogado de Daniel, André Rios disse que “seu caso já passou da hora de ser tratado nos organismos internacionais de  defesa aos  direitos humanos. Ele é um preso político e assim deve ser tratado”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.