Goiânia tem novo arcebispo: Papa Francisco nomeia Dom João Justino

Ele é o atual arcebispo de Montes Claros (MG) e assumirá o lugar de Dom Washington Cruz, à frente da Igreja na capital desde 2002 

Dom João Justino assume lugar de Dom Washington | Foto: Reprodução

O Papa Francisco acolheu o pedido de renúncia apresentado por dom Washington Cruz ao governo pastoral da Arquidiocese de Goiânia (GO), por motivos de idade, e nesta quinta-feira, 9, nomeou o doutor e mestre em Teologia, Dom João Justino de Medeiros Silva como o novo arcebispo de Goiânia.

Atual arcebispo de Montes Claros (MG), João Justino é filho do casal Justino Emílio de Medeiros Silva e Maria de Lourdes Medeiros Silva e nasceu no dia 22 de dezembro de 1966 em Juiz de Fora (MG). O novo arcebispo é o presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Cultura e a Educação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), desde 2015.

Justino tem um extenso currículo educacional sendo doutor e mestre em Teologia pela Universidade Gregoriana de Roma. Ingressou no Seminário Arquidiocesano Santo Antônio em 1984 onde cursou Filosofia e Teologia. Graduou-se em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Juiz de Fora e em Pedagogia pelo Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora (CES/JF).

Dom Washington Cruz realizava a função de arcebispo de Goiânia desde o dia 8 de maio de 2002. Aos 75 anos, Washington deixa o cargo sendo lembrado por ter feito a Universidade Católica de Goiás ser reconhecida pelo Vaticano como de direito pontifício. No dia 24 de maio de 2021, logo que completou a nova idade, Dom Washington comunicou que enviaria ao Papa Francisco seu pedido de renúncia. Agora ele será arcebispo emérito, em Aparecida de Goiânia, na grande região metropolitana da capital de Goiás.

Confira na íntegra a nota que a CNBB enviou ao novo arcebispo e ao Dom Washington:

Saudação a dom João Justino

Brasília-DF, 9 de dezembro de 2021

Estimado irmão, Dom João Justino de Medeiros Silva,

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) envia felicitações pela sua nomeação como novo arcebispo da arquidiocese de Goiânia (BA). Desejosos de que tenha exitoso pastoreio à frente desta Igreja Particular, recordamos um trecho do que o Papa Francisco reafirmou ao assinar o Livro de Honra no arcebispado ortodoxo de Chipre, em Nicósia, no início da sua 35ª viagem apostólica.

“Peregrino em Chipre, pérola de história e de fé, invoco de Deus a humildade e a coragem para caminharmos juntos rumo à plena unidade e dar ao mundo, a exemplo dos Apóstolos, uma mensagem fraterna de consolação e um testemunho vivo de esperança”.

O Santo Padre reafirmou ainda ser necessário avançar pelo caminho da beatitude e do diálogo. “Devemos seguir sempre pelo caminho do diálogo, um caminho difícil, paciente e seguro, um caminho de coragem. Paresia e paciência”, escreveu.

Desejamos que Nossa Senhora Auxiliadora ilumine este seu novo ministério como arcebispo da arquidiocese de Goiânia.

Em Cristo,

Dom Walmor Oliveira de Azevedo
Arcebispo de Belo Horizonte (MG)
Presidente da CNBB

Dom Jaime Spengler
Arcebispo de Porto Alegre (RS)
Primeiro Vice-Presidente da CNBB

Dom Mário Antônio da Silva
Bispo de Roraima (RR)
Segundo Vice-Presidente da CNBB

Dom Joel Portella Amado
Bispo auxiliar da arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro (RJ)
Secretário-geral da CNBB

Agradecimento a dom Washington Cruz

Brasília-DF, 27 de outubro de 2021

Estimado irmão, dom Washington Cruz,

Recebemos, nesta quinta-feira, 9 de dezembro, a decisão do Papa Francisco em acolher seu pedido de renúncia ao governo pastoral da arquidiocese de Goiânia (GO).

Agradecemos a sua contribuição à Congregação Passionista, ao povo baiano, a quem serviu como presbítero, despertando-o para as Missões Populares e aos goianos, a quem serviu como pastor, primeiro, em São Luís de Montes Belos e, depois, na Capital do Estado de Goiás, com destacado cuidado à formação dos padres, ao universo da educação e à ação social e caritativa da Igreja.

Agradecemos também imensamente a sua contribuição à Igreja no Brasil, como bispo referencial da Juventude e como presidente do regional Centro-Oeste da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Que este tempo de emeritude seja também sinal de alegria em seu ministério, na companhia da Imaculada Conceição de Nossa Senhora.

Em Cristo,

Dom Walmor Oliveira de Azevedo
Arcebispo de Belo Horizonte (MG)
Presidente da CNBB

Dom Jaime Spengler
Arcebispo de Porto Alegre (RS)
Primeiro Vice-Presidente da CNBB

Dom Mário Antônio da Silva
Bispo de Roraima (RR)
Segundo Vice-Presidente da CNBB

Dom Joel Portella Amado
Bispo auxiliar da arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro (RJ)
Secretário-geral da CNBB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.