Papa Francisco apela por desarmamento nuclear

Com as crescentes tensões entre os Estados Unidos e a Coreia do Norte, o papa alertou  contra os catastróficos efeitos humanitários e ambientais dos dispositivos nucleares

O papa Francisco pediu, neste domingo (10/12), aos líderes mundiais que trabalhem a favor do desarmamento nuclear para proteger os direitos humanos, em particular os de pessoas mais desfavorecidas. Falando da janela do apartamento papal com vista para a Praça de São Pedro, no Vaticano, Francisco disse que é preciso “trabalhar com determinação para construir um mundo sem armas nucleares”.

Com as crescentes tensões entre os Estados Unidos e a Coreia do Norte, o papa alertou, repetidamente, contra os catastróficos efeitos humanitários e ambientais dos dispositivos nucleares e pediu que um terceiro país faça a mediação da disputa entre americanos e norte-coreanos.

Na oração semanal do Angelus, o pontífice acrescentou que homens e mulheres do mundo inteiro têm “a liberdade, a inteligência e a capacidade de orientar a tecnologia, limitar seu poder, a serviço da paz e do verdadeiro progresso”.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.