Padre Robson pede censura de áudio em que afirma ser chefe de quadrilha

Religioso também pode se tornar algo de duas frentes de investigação por uma série de crimes atribuídos a ele

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) recebeu novo pedido do padre Robson de Oliveira, de 47 anos, suspeito de desviar doação de fiéis, em que solicita, por meio de advogado, a proibição da divulgação de gravações em diz ser “chefe da quadrilha de crime organizado”. O áudio foi divulgado pelo Jornal da Record.

O Ministério Público (MP) apreendeu o material durante a Operação Vendilhões, deflagrada em 2020. O advogado do padre Cleber Lopes disse que o pedido está no gabinete do ministro Benedito Gonçalves. O religioso também pode se tornar alvo de duas frentes de investigação por uma série de crimes atribuídos a ele: um da Polícia Federal, responsável por apurar suposto pagamento de propina a magistrados do Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO), e outra comandada pelo MPGO, que sofreu um revés no judiciário goiano com o trancamento da investigação contra o padre.

A decisão do TJGO ainda está pendente de julgamento na Sexta Turma do STF. Em maio deste ano, a defesa obteve resultado favorável com o voto. Os crimes, segundo o MP, foram supostamente praticados com desvio de dinheiro proveniente de doações de fieis. A construção de uma basílica foi iniciada em 2012, com orçamento inicial de R$ 100 milhões e prevista de término em 2022. O processo está em segredo de justiça.

2 respostas para “Padre Robson pede censura de áudio em que afirma ser chefe de quadrilha”

  1. Avatar Doriesdson de Melo Barros disse:

    se vocês não usarem a sabedoria de Deus,neste caso, faram uma aplicação injusta da lel. Este Pé.padre Robson, o mesmo através de Jesus Cristo curou milhares de pessoas ,eu sou uma dela, e meu nome é Doriesdson de Melo Barros

  2. Avatar Bancada herética evangélica do congresso disse:

    E a igreja universal que desviou COMPROVADAMENTE 600 milhões de eais em 1 ano de Angola, tem um partido político chamado republicano na qual o presidente do partido é auto proclamado bispo da Universal e tem vários deputados ligados a seita do falso profeta Edir larápio Macedo. A seita universal foi julgada e condenada pela justiça Angolana por associação criminosa e lavagem de dinheiro e foi proibida de fazer seus teatros por lá. STJ, investiguem essa seita auto proclamada universal que fala mal da igreja católica para esconder seus crimes organizados. Cadê o ministério público? Alô PF, não se neguem a ver os malotes de dinheiro saindo do templo maçônico de Salomão através de helicópteros. E o que dizer da receita da rde record aumentada em 4 bilhões de reais em plena pandemia? A lavagem de dinheiro feita pelo criminoso Macedo é tão grande que até um banco chamado digimais ele comprou. Agora, se não bastasse o congresso cheio desses ditos pastores que usam do seu gado para se eleger, sendo donos até de partidos políticos, querem aparelhar o STF colocando esses comerciantes da fé que enganam a todos de terninho e gravata e biblia debaixo do suvaco e agora querem aparelhar o estado para legislar para eles mesmos. O que um dito pastor protestante quer envolvido com política? Isso você não verá na rede Record…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.