Padre italiano se enforca dentro de sacristia após confessar casos de pedofilia

Don Max Suard, de 48 anos, se enforcou pouco antes do anúncio oficial de sua expulsão da paróquia

Don Max Suard solicitou dois dias afastado para escrever uma carta pedindo perdão a Deus, à Igreja e também para à vítima

Don Max Suard solicitou dois dias afastado para escrever uma carta pedindo perdão a Deus, à Igreja e também para à vítima | Foto: Reprodução

Um padre italiano que havia admitido ter abusado de uma adolescente se enforcou dentro da sacristia de sua igreja na última terça-feira (28/10). O sacerdote, Don Max Suard, de 48 anos, cometeu suicídio pouco antes do anúncio oficial de sua expulsão da paróquia.

Durante uma conversa no último sábado (24) com o bispo Giampaolo Grepaldi, o padre assumiu que havia cometido graves abusos contra uma moça de 13 anos. Na ocasião, ele também solicitou dois dias de afastamento para escrever uma carta pedindo perdão a Deus, à Igreja e à vítima.

Quando o bispo foi informar oficialmente ao padre sobre a expulsão, ele encontrou o sacerdote já sem vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.