Paço cumpre acordo com Educação e paga 7,5% de incentivo

Prefeitura de Goiânia depositou Adicional de Incentivo Funcional junto com salário do mês de dezembro. Rede Municipal de Ensino ficou 37 dias em greve neste ano

Prefeitura cumpre acordo com servidores da Educação | Edilson Pelikano/Divulgação

Prefeitura cumpre acordo com servidores da Educação | Edilson Pelikano/Divulgação

Sete meses após o fim da greve de servidores da Rede Municipal de Educação (RME) a Prefeitura de Goiânia pagou, no último dia 23, os 7,5% referentes à segunda parcela do Adicional de Incentivo Funcional, conforme acordado com os trabalhadores em maio deste ano. O benefício foi depositado junto com o salário de dezembro.

Em setembro foi debitada a primeira parcela, de mesmo valor, e a promessa é de que outros 15% devem ser quitados em janeiro de 2016, somando 30%. O documento que comprova o cumprimento do acordo foi protocolado junto ao Ministério Público de Goiás (MPGO) na segunda-feira (28).

“Durante o movimento grevista, dialogamos com categoria e buscamos, dentro das possibilidades, atender as solicitações. Agora, estamos cumprindo os acordos”, disse o chefe de gabinete do prefeito, Paulo César Fornazier (PT).

O Paço Municipal propôs progressão horizontal aos servidores administrativos (paga em junho) e o acerto dos adicionais de incentivo à profissionalização, titulações e titularidades a partir de setembro, conforme a data de deferimento, além do reajuste salarial para os auxiliares de atividades educativas em 30%.

Após um mês e sete dias a greve da RME chegou ao fim no dia 21 de maio após decisão em assembleia da categoria. O retorno aos trabalhos veio, especialmente, depois de reunião entre representantes do Simsed — que liderava a greve –, MPGO e Fornazier.

Leia mais:
Após reunião com a prefeitura, servidores da Educação decidem manter greve

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.