Pacientes acusam médico de Cais em Goiânia de assédio sexual

Profissional, que não teve a identidade revelada, chegou a ser preso na 2ª-feira (15)

Um médico que atende no Cais do Bairro Goiá, em Goiânia, é acusado por mais de uma paciente de importunação sexual. O caso vem sendo investigado pela Delegacia Especializa de Atendimento à Mulher (Deam) e teve início após a denúncia de uma paciente atendida no início desta semana na unidade. Depois disso, outras vítimas apareceram.

Em entrevista ao Jornal Opção, o delegado Humberto Teófilo, responsável pelas investigações, confirmou o surgimento de novas vítimas, mas evitou dar mais detalhes, já que a Justiça optou por decretar sigilo dos autos.

O médico, que não teve a identidade revelada, chegou a ser preso na segunda-feira (15), mas foi solto no dia seguinte mediante pagamento de fiança.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.