Uma paciente foi presa no Hospital Municipal de Caiapônia depois de quebrar monitores, computadores, vidraças e televisores utilizando o suporte do soro. A ação foi toda registrada em vídeo e ocorreu na noite da última terça-feira, 24, na cidade que dá nome ao hospital, Caiapônia, localizada a 336 km de Goiânia.

De acordo com o delegado Ramon Queiroz, a mulher tem 60 anos, teria problemas mentais e teria entrado em surto. Essa informação foi confirmada pelo secretário municipal de saúde, João Bosco Carneiro Vilela. “Ela estava sem medicação e foi internada. Quando foi receber o medicamento, ela surtou e saiu do ambulatório que saiu quebrando tudo o que viu pela frente”, contou João.

Veja o momento em que a mulher vandaliza a recepção da unidade de saúde:

Segundo o secretário, a polícia foi acionada, mas a mulher foi contida pelos profissionais do hospital antes mesmo da polícia chegar. Foram danificados, além de vidraças, computadores, monitores e televisão e, segundo o secretário de saúde afirmou que a Prefeitura vai cobrar na Justiça o ressarcimento dos danos.

A polícia já realizou perícia no hospital, mas, segundo o delegado, ainda não é possível dimensionar em valores o tamanho do estrado. “Mas foi um prejuízo considerável”, comentou o delegado, que antecipou ainda que a mulher deve responder por dano ao patrimônio público, mas comprovada a sua insanidade mental, não tem condições de responder criminalmente. Nesse caso, a pena seria uma internação como medida de segurança.

O secretário João Bosco informou que o atendimento no hospital continuou sendo realizado normalmente durante o resto da noite de terça-feira e madrugada desta quarta-feira, 25. O sistema de chamamento de senhas que tinha sido danificado, já estava restaurado por volta das 9 horas da manhã desta quarta.