“Outros partidos certamente desejarão compor para ficar distante dos extremos”, diz Dória durante passagem por Goiânia

O governador de São Paulo cumpre agenda na capital, ao lado dos ex-governadores Marconi Perillo e José Eliton, que é presidente da sigla em Goiás, e demais lideranças do partido visando apresentação de projetos para disputa das prévias em novembro deste ano

O governador de São Paulo, João Doria em agenda em Goiânia | Foto: Fernando Leite/ Jornal Opção

Em visita a Goiânia neste sábado, 10,  para apresentar a plataforma de pré-candidato a Presidência  da República nas prévias do PSDB, o governador de São Paulo, João Doria, não descartou a possibilidade de alianças para as disputas de 2022. E garantiu que partidos devem compor junto aos tucanos como alternativa de distanciamento de esquerda e direita.

“Ainda é cedo para formar coalizões e encontrar parceiros dentro desse projeto do PSDB. Mas, é seguro que nós o faremos e teremos que fazer para conseguir uma candidatura fortalecida, mas primeiro temos que finalizar as prévias, que aliás ocorrerão no dia 21 de novembro”, disse.

O governador paulista afirmou, que depois de escolher o candidato, o PSDB vai abrir diálogo com demais siglas pensando em 2022. “Aquele que vencer as prévias estará habilitado e fortalecido para dialogar com outros partidos que certamente desejarão compor esse centro democrático para ficar distante dos extremos, tanto a extrema esquerda quanto da extrema direita. Mas, o momento correto para esse entendimento será logo após as prévias do PSDB”, afirma.

Acompanhado pelos ex-governadores Marconi Perillo e José Eliton, que é presidente da sigla em Goiás, e demais lideranças do partido, Doria usou espaço para falar sobre o  presidente Jair Bolsonaro. “Pesquisas mostram que os brasileiros não querem os extremos. Valorizam a vida, ciência, vacina, respeito ambiental, ao jornalistas. Que defendem o resgate da multilateralidade de um país que se distanciou das outras nações. A população não quer nem terror, nem horror. Quer o amor”, destacou.

Para 2022, Doria reforça que pautas ligadas a emprego e saúde devem ser os assuntos da disputa presidencial.  A vinda de Doria faz parte da segunda rodada dos “Encontros do PSDB pelo Brasil”.  A mobilização tem como objetivo a apresentação para filiados e apoiadores das propostas para o país. Além de Doria, as prévias da sigla contam com o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, o senador Tasso Jereissati, do Ceará, e o ex-senador e ex-prefeito de Manaus (AM), Arthur Virgílio Neto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.