Procon Goiás realiza fiscalização nas ruas durante a Black Friday

Estratégia teve como objetivo assegurar defesa do consumidor e diminuir o número de reclamações

A sexta-feira negra movimento o comércio físico e online em todo o País | Foto: reprodução

Fenômeno recente no Brasil, a Black Friday ganha mais adeptos anualmente. Em iniciativa inédita, o Procon Goiás enviou fiscais para shoppings de Goiânia e Aparecida de Goiânia e para locais como o Centro da Capital, Avenida 24 de Outubro e Rua 44, que também contaram com a presença dos profissionais do órgão de fiscalização.

Para Allen Viana, superintendente do Procon Goiás, a iniciativa de enviar fiscais para as ruas se deu a partir de um processo de maturação vindo de anos anteriores. A localização dos profissionais foi pensada de forma estratégica para otimizar o atendimento ao consumidor.

“A operação é resultado do processo de maturação de outros anos. Neste contexto de pandemia, tem que dar o respaldo da celeridade e da eficiência para o consumidor. Além de estarmos nos shoppings temos uma equipe monitorando as vendas virtuais. E ter uma equipe que está fazendo vistoria no Centro, 24 de outubro e 44, são pontos estratégicos para responder a demanda do consumidor. O consumidor irá notar a presença do Procon e ao receber as denúncias no 151 já é feita a ligação para o fiscal que está mais perto”, pontuou o superintendente sobre a motivação para a operação feita de maneira presencial.

A operação foi classificada como um sucesso pelo superintendente do Procon Goiás. Segundo Allen Viana, o intuito não é fazer grandes quantidades de autuações e sim diminuir o número de reclamações por parte dos consumidores. “Buscamos a conscientização dos direitos do consumidor pelo fornecedor e pelo próprio consumidor, utilizando pesquisas, dados cedidos pelo Procon para comparação de preços. O consumidor está sendo assertivo nas compras”, finalizou ele.

Durante a operação, o Procon Goiás registrou 23 ocorrências. Foram 15 autuações, além de oito denúncias recebidas pelo tele atendimento e pelo Procon Web. As denúncias presenciais, por telefone ou por meio das plataformas digitais podem ser feitas até às 20h.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.