Operação em Goiás apreende toneladas de carne e outros produtos de origem animal

Duas pessoas foram presas durante ação conjunta por comercializar produtos de origem animal sem qualquer origem declarada

Divulgação

Duas pessoas foram presas e mais de 2,5 toneladas de proteína e outros produtos de origem animal foram apreendidas durante a Operação Carne Clandestina. A ação contou com atuação conjunta das Polícias Civil e Militar de Goiás, da Agrodefesa, Procon Goiás e Vigilância Sanitária, sob coordenação do Ministério Público de Goiás. A ação se deu na terça-feira (28) e quarta-feira (29).

Ao longo dos dois dias de operação, foram apreendidas mercadorias impróprias para o consumo, entre carnes, embutidos, leite e queijos. Todo o material foi integralmente descartado.

De acordo com o delegado Tommaso Leonardi, que coordenou as ações da Polícia Civil, os dois indivíduos capturados serão enquadrados pela prática de crimes contra o consumidor, já que estavam vendendo produtos impróprios para o consumo.

Um deles foi encontrado comercializando aproximadamente 240 Kg de carne clandestina, sem qualquer condição de higiene em seu estabelecimento, enquanto outro foi flagrado quando produzia e comercializava aproximadamente 400 quilos de queijos e leite sem qualquer origem declarada.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.