Omar Aziz nega pedido de prisão de Dominguetti na CPI da Pandemia

O pedido foi feito pelo senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) depois de Dominguetti ter apresentado um áudio em que Luís Miranda (DEM-DF) estaria, supostamente, tentando intermediar a compra de vacinas. No entanto, Cristiano Hossri, pessoa que enviou o áudio a Dominguetti, afirma que o material em questão é antigo e não tem nenhuma relação com a compra de vacinas

Luiz Paulo Dominguetti durante a prestação de seu depoimento na CPI da Pandemia. | Foto: Pedro França/Agência Senado.


O senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) acabou pedindo a prisão de Luiz Paulo Dominguetti Pereira durante a prestação do depoimento do mesmo na CPI da Pandemia nesta quinta-feira, 1°.

Luiz Paulo é cabo da Polícia Militar de Minas Gerais e representante da Davati Medical Supply. Ele acusa integrantes do Ministério da Saúde de pedirem propina pela compra de doses da vacina da AstraZeneca.

O pedido pela prisão de Dominguetti foi feito depois que ele apresentou um áudio em que Luís Miranda (DEM-DF) estaria, supostamente, tentando intermediar a compra de vacinas. O áudio em questão teria sido enviado a Dominguetti por Cristiano Hossri, representante da Davati no Brasil.

No entanto, Cristiano afirma que esse material é antigo e não tem nenhuma relação com a compra de vacinas. Alessandro Vieira alegou então que Dominguetti estaria tentando interferir nas investigações e que por isso pediria sua prisão.

O presidente da CPI da Pandemia, Omar Aziz (PSD-AM), negou o pedido, mas afirmou que Dominguetti estava sendo irresponsável ao acusar Luís Miranda sem ter provas verdadeiras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.