Obra de Cora Coralina será celebrada após homenagem recebida na Itália

Evento às 20h desta sexta-feira (18/12) promovido pela Seduce enaltece relevância do legado da escritora vilaboense

Homenagem recebida na Itália será celebrada em evento na Igreja Matriz, na Cidade de Goiás

Homenagem recebida na Itália será lembrada em evento na Igreja Matriz, na Cidade de Goiás

A obra da poetisa vilaboense Cora Coralina (Anna Lins dos Guimarães Peixoto Bretas), que morreu em Goiânia em 1985 aos 95 anos, recebeu homenagem durante a 34ª edição do Fes­tival Internacional de Cinema, Arte e Biografia da cidade de Asolo (Asolo Art Film Festival), na Itália.

Seus poemas foram lidos pelas ruas de Asolo em uma “passegiata”, palavra usada para definir em italiano as caminhadas com recitais.

Em reconhecimento à importância de Cora Coralina para a cultura goiana, a Secretaria Estadual de Educação Cultura e Esporte (Seduce) celebra, às 20h desta sexta-feira (18/12), a homenagem que a obra da poetisa recebeu na Itália. O evento acontece na Cidade de Goiás.

Na programação desta sexta está prevista a exibição de um DVD com os principais momentos do tributo a Cora realizado no Teatro Duse, na Itália. Conhecida como Aninha, a poetisa terá parte de seus versos retratados no material audiovisual.

A Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás e o cantor Marcelo Barra se apresentarão na noite de homenagem à obra de Cora Coralina na Igreja Matriz da Cidade de Goiás. Os músicos serão regidos pelos maestros Andrew Batista e Eliseu Ferreira, com entrada gratuita.

Asolo Art Film

O Asolo Art Film é um dos mais importantes da Europa. Realizado na cidade de Asolo, no Nordeste da Itália, chegou a sua 34ª edição. É a primeira vez que o evento homenageia uma personalidade ligada à poesia, e brasileira.

Cora Coralina foi escolhida por uma associação de amigos brasileiros que participam efetivamente do festival.

A homenagem foi feita na abertura do evento, quando artistas representaram poemas de Cora Coralina em uma produção dirigida por Ivan Lima. Também houve a exibição de um filme de Rosa Berardo.

Ao longo do festival, a associação de amigos organizou uma homenagem itinerante em bares, restaurantes e praças públicas.

Asolo é considerada o novo brio da cultura e da arte. Além dos anfitriões italianos, o festival reúne artistas de várias nacionalidades, como russos, africanos, brasileiros, portugueses e espanhóis. (com informações da Seduce)

Deixe um comentário