OAB-GO e Acieg apoiam projeto de Lei da maçonaria contra corrupção

Proposta será apresentada na próxima terça-feira e busca reunir 500 mil assinaturas no Estado de Goiás

Projeto de Lei busca diminuir a impunidade em casos de corrupção | Foto: reprodução/Facebook

Projeto de Lei busca diminuir a impunidade em casos de corrupção | Foto: reprodução/Facebook

A Grande Loja Maçônica do Estado de Goiás apresentará na próxima terça-feira (7/4) o Projeto de Lei “Corrupção Nunca Mais”. A proposta idealizada pela maçonaria é nacional e tem parcerias em todo o país.

No Estado a Associação Comercial, Industrial e de Serviços do Estado de Goiás (Acieg) e a Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Goiás (OAB-GO) apoiam a iniciativa que busca recolher 500 mil assinaturas em todo o território goiano.

O Projeto de Lei busca combater a má conduta de políticos com uma consolidação do Ficha Limpa. Para isso, propõe penalidades mais graves e a devolução aos cofres públicos de dinheiro desviado.

O Projeto de Lei tipifica os crimes relacionados aos bens públicos, como enriquecimento ilícito, dano qualificado ao patrimônio público, fraude na execução de contratos e nepotismo. Qualifica o infrator em crime de “lesa-pátria” e estima punições de acordo com o grau do crime. Por exemplo, se o dinheiro roubado era destinado à saúde e educação, as penas são mais elevadas. Detalhes serão apresentados na coletiva, assim como qual será a estratégia para levar projeto de lei ao Congresso Nacional.

O lançamento do projeto será às 9h na sede da Grande Loja Maçônica, situada na rua J-52 número 550, no Setor Jaó. Comparecerão ao lançamento do Corrupção Nunca Mais o grão-mestre da Grande Loja Maçônica, Adolfo Ribeiro Valadares, o grão-mestre da Grande Oriente, Luiz Carlos de Castro Coelho, a presidente da Acieg, Helenir Queiroz e o presidente da OAB-GO, Enil Henrique de Souza Neto.

2 respostas para “OAB-GO e Acieg apoiam projeto de Lei da maçonaria contra corrupção”

  1. Já repercuti em minha rede #apoiolutacontracorrupcao

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.