“O João de Deus não morreu, eu sou inocente”, diz médium em Abadiânia

Acusado de centenas de assédios, ele causou muita confusão quando chegou ao local onde atende milhares de seguidores

Foto: Ludmilla Morais / Jornal Opção

Com aplausos e gritos emocionados, o médium João de Deus chegou à Casa de Dom Inácio de Loyola, por volta das 9h40, desta quarta-feira, 12, onde foi recebido por uma multidão de pessoas e imprensa do Brasil inteiro.

Essa foi a primeira vez que o médium apareceu em público após as centenas de denúncias de abuso sexual feitas por mulheres contra ele.

Em Abadiânia, o médium causou muita confusão quando chegou ao local onde atende os milhares de seguidores que o visitam diariamente. João de Deus atravessou o tumulto amparado por trabalhadores da Casa e ao público disse que ia provar sua inocência. “Acalmem-se, o João de Deus não morreu”, disse.

Ele ficou menos de cinco minutos na casa, devido a grande confusão que sua presença causou. Ao entrar no carro, o médium voltou a garantir que iria provar sua inocência.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ivone vebber

ocorreu outras acusações (falsas) com outro médium por causa d e dinheiro ..será que esse também é?