“Marconi está preparado para desenvolver a cultura através dos projetos”, diz secretário de Cultura, Aguinaldo Coelho

Ele também foi questionado sobre o Fundo Estadual de Cultura do próximo ano: “já vamos começar a lançar esse ano o edital para 2015”, disse

 

Em entrevista ao Jornal Opção Online, o atual secretário de Cultural do Estado, Aguinaldo Coelho, respondeu sobre o futuro de sua gestão, tendo em vista a reeleição do governador Marconi Perillo. O atual gestor da pasta assumiu o cargo nos últimos meses, com a saída de Gilvane Felipe.

O secretário afirmou durante a entrevista que não produziu um projeto para acabar em dezembro deste ano, e tem pensado na continuidade do trabalho. Ele afirma que quer, de alguma forma, fazer a diferença para ajudar no desenvolvimento cultural do Estado.

Sobre o novo mandato de Marconi Perillo (PSDB), reeleito nas eleições deste ano, Aguinaldo Coelho respondeu com tom empolgado. “O governador está totalmente preparado para fazer um desenvolvimento através dos projetos. Dá pra perceber a consistência deles”, declarou. Segundo Aguinaldo Coelho, o governador “conhece cada item” do projeto cultural para Goiás e isso “tem um lado bem positivo”.

Ainda sobre o tucano, Aguinaldo Coelho destacou as características de Marconi em relação a política cultural. “Ele tem uma preocupação quanto a realização dos programas, para que estes sejam reproduzidos de forma profissional”, disse o atual secretário de Cultura.

Fundo de Cultura

Aguinaldo Coelho também foi questionado pela reportagem sobre o Fundo Estadual de Cultura, tema polêmico durante a adminsitração do antigo secretário. “Já vamos começar a lançar esse ano o edital para 2015. Estamos fazendo estudos com a Secult para  lançar algumas linhas do fundo”, declarou. O edital completo estará disponível nos primeiros meses do próximo ano, segundo o secretário, e terá o valor aproximado de R$ 25 milhões.

Ele também apontou uma novidade neste edital. A partir do próximo ano, os documentos devem ser analisados e preenchidos conforme a área cultural que está ligado o projeto. De acordo com o secretário, vários setores culturais foram consultados para chegar nesse modelo. “Eles estão participando e propondo. Os setores estão procurando nós estamos recebendo de uma forma diferente em relação aos artistas e produtores do Estado”, disse.

Modalidade Premium

O secretário também citou sobre uma nova modalidade na prestação de contas: a Modalidade Premium. “Você recebe a prestação de contas do convênio e é muita extensa e causa bastante dificuldade”, afirmou. Declarando que o novo edital será mais simples, ou seja, com menos dados, Aguinaldo Coelho diz que essa alteração deve resolver grande parte dos problemas de produtores.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.