Número de mortes confirmadas por H1N1 sobe para 31 em Goiás

Campanha de vacinação continua e já imunizou mais de 77% do grupo de risco no Estado

Vacina contra gripe | Foto: Reprodução

O número de óbitos registrados até agora em decorrência da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), em Goiás, subiu para 35, de acordo com o último boletim divulgado pela Secretaria da Saúde do Estado nesta quarta-feira (2/5). Das mortes, 31 foram por H1N1, 3 por H3N2 e uma por influenza B.

Goiânia está no topo da lista com 13 mortes por H1N1, seguida de Trindade e Rio Verde com três cada. Outras 12 cidades, entre elas Anápolis, Formosa e Jataí, registraram um óbito.

Apesar das mortes, o boletim mostrou que nenhum novo caso de H1N1 foi registrado da última semana. Já o número de novos casos de SRAG foi de 29.

Campanha

Na manhã desta quarta-feira (2/5), a vacinação contra Influenza A também foi retomada nos postos de saúde do Estado. A partir desta semana, professores já podem se imunizar e as pessoas que fazem parte dos grupos prioritários e que ainda não se vacinaram.

De acordo com a SES-GO, 1.008.828 pessoas já foram vacinadas contra a doença. Esse número corresponde a 77,48% do público-alvo, que é de 1.301.902 pessoas. A campanha acontece até o dia 1º de junho.

Deixe um comentário