Novo laudo mostra que menino Henry sofreu lesões provocadas por unhas

O perito cita ainda que não identificou sinais de esganadura no pescoço

Um novo laudo de necropsia do Instituto Médico Legal (IML) do menino Henry Borel, mostra que a criança sofreu lesões no rosto provocadas por unhas. A informação foi divulgada pelo jornal O Dia, do Rio de Janeiro.

Segundo a publicação do jornal, o laudo diz que “as lesões na região nasal e infra orbital são compatíveis com escoriações causadas por unha”.

O perito cita ainda que não identificou sinais de esganadura no pescoço nem nas vias aéreas superiores. “Não identifiquei sinais de esganadura no pescoço e não identifiquei sinais de engasgamento nas vias aéreas superiores”.

Sobre uma lesão encontrada na boca de Henry, o médico legista disse que pode ter sido provocada no Hospital Barra D’Or, após uma tentativa de intubação. Cita também que havia múltiplas lesões no abdômen da criança, de 10mm de cada e que ambas aconteceram entre 12 e 48 horas antes da realização do exame. Diz ainda que no momento em que examinou o corpo de Henry, não havia sinais de maus-tratos anteriores. 

O novo laudo confirma ainda o que já havia sido dito no documento anterior: A criança já chegou à unidade de saúde sem vida. “Conforme o Boletim de Atendimento Médico do Hospital Barra D’Or, em nome de Henry Borel Medeiros, a vítima, ora paciente, foi admitida “parado, cianótico, pálido, extremidades frias e cianóticas e sem perfusão capilar periférica. Rigidez de mandíbula. Mole, pálido, roxo. Com rigidez da mandíbula, temperatura de 34 graus e flacidez do restante do corpo”. (com informações do O Dia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.