No primeiro dia de funcionamento, Hugol atende 29 pacientes e realiza duas cirurgias

Hospital inaugurado na última segunda-feira (6/7) é especializado em atendimento de urgência para casos graves. Há um internado na UTI de queimados

Paciente é recebido no Hugol | Foto: Fernando Leite / Jornal Opção

Paciente é recebido no Hugol | Foto: Fernando Leite / Jornal Opção

Dois pacientes foram internados no primeiro dia de funcionamento do Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), entre as 29 pessoas que foram atendidas até às 18 horas da última segunda-feira (6/7).

Segundo informações da assessoria do Hugol, nove pessoas acabaram sendo atendidas na unidade, mesmo não tendo passado pela triagem — o hospital é especializado em atendimento de emergência. As outras vieram conforme as regras estabelecidas pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-GO).

Os internos são a lavradora Geracilda Rosa de Sousa e uma criança, de seis anos, com queimaduras de 2º e 3º graus, que ocupa um leito de UTI do Centro de Queimados. S.S.A. estava internado na UTI pediátrica do Hospital de Urgências da Região Sudoeste (Hurso) e aguardava uma vaga em uma UTI para grandes queimados em Goiânia. Ele saiu às 14 horas de Santa Helena, em uma ambulância do Samu equipada com UTI, e deu entrada no Hugol às 16 horas.

A criança e o seu primo A.B.D., de nove anos, se queimaram acidentalmente em 29 de junho, em uma fazenda de Santa Helena. O acidente ocorreu no início da noite, durante o processo de carbonização de um boi morto. O vento espalhou as chamas, atingindo os dois meninos. Eles tiveram queimaduras de 2º e 3º graus, que cobrem 32% dos corpos deles. Segundo informações da assessoria do Hurso, A.B.D. seria transferido ainda nesta segunda-feira para o Hugol. (Com informações da Ascom da SES-GO)

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.