“Não vou trocar de forma nenhuma vida por voto”, afirma Caiado

Governador disse ainda, que é inaceitável que mesmo diante da situação de calamidade pela qual o estado passa com a 2ª onda da Covid-19 alguns ainda queiram definir suas próprias regras

Governador Ronaldo Caiado (DEM) | Foto: reprodução

Durante anúncio de medidas para combater os efeitos da pandemia da Covid-19 em Goiás, o governador Ronaldo Caiado (DEM), disse que não irá trocar nenhuma vida por voto referindo-se ao novo decreto que determina a volta do isolamento intermitente 14×14 no estado.

O governador ressalta, que as medidas tem objetivo de manter a população em segurança para enfrentamento da doença  no estado.  “Não vou trocar de maneira alguma vida por voto. Minha posição como governador do estado de Goiás é a responsabilidade com a vida de 7,2 milhões que aqui habitam. O decreto foi implantado com objetivo de dizer que se o estado está em situação de calamidade é inaceitável que alguns achem que podem ter regra própria”, afirma.

O gestor destacou ainda que Goiás está passando pelo pior momento em comparação a 1ª onda e criticou manifestantes que interditaram a BR-153 na segunda-feira, 15. “Essa pandemia deveria servir para que o sentimento de humanização fosse aflorado. Mas, o que estamos vendo é que alguns grupos transformam esse momento em ações cada vez mais no sentido de animalizar o processo. Cada vez mais de tentar benefícios políticos voltando a agir contra as normas da ciência, será que isso é justo”, pontua.

Caiado enfatizou ainda que subiu o número de leitos para mais de 3 mil, mas o número de pedidos de UTI por pacientes chega a mais de 400 nos últimos dias. Há ainda falta de pessoal, visto que profissionais da saúde estão exaustos. “Estamos no máximo da nossa capacidade de abertura de leitos[…]. Estamos chegando a 10 mil óbitos e em uma linha ascendente, essa é a realidade que nós temos que confrontar com ela”, conclui Caiado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.