“Não vou cair, estou firme”, diz Temer a senadores

Presidente manteve agenda no Palácio do Planalto nesta quinta-feira (18/5) após ter sido gravado autorizando compra de silêncio de Cunha

Senador Sérgio Petecão | Foto: Agência Senado

Primeiro parlamentar inscrito na agenda presidencial desta quinta-feira (18/5), o coordenador da bancada do Acre, senador Sérgio Petecão (PSD), disse que o presidente Michel Temer (PMDB) demonstrou tranquilidade durante a reunião desta manhã. “Ele falou muito em conspiração. Essa foi a palavra que ele mais usou, que há uma conspiração contra ele.”

“Ele [Temer] aparentou muita tranquilidade. Às 8h em ponto, ele me recebeu na porta. Abordou o susto [dizendo] ‘vocês viram esse episódio? Coisa chata’. Mas estava tranquilo”, afirmou o senador, em declaração à Rádio Nacional, da Empresa Brasil de Comunicação (EBC).

Segundo Petecão, o presidente disse ainda que não tem medo de pedidos de impeachment que foram protocolados. “Falou várias vezes: ‘não vou cair, vou ficar firme, tô firme’. Pediu as fitas, os áudios, falou também que vai fazer pronunciamento em rede nacional. Falou que vai ver os vídeos e os áudios.”

De acordo com o senador, Temer voltou a usar o termo “conspiração” para se referir às denúncias feitas contra o governo. “Acredita que é uma conspiração. Neste momento em que o governo começa a dar sinais [de retomada do crescimento], esse fato [as denúncias] prejudica o país. Todo mundo está preocupado”, afirmou o presidente, conforme relato.

O jornal “O Globo” revelou na noite da última quarta-feira (17/5), que o presidente da J&F (holding que controla a JBS), Joesley Batista, entregou ao Supremo Tribunal Federal uma gravação explosiva contra Temer.

Diante de Batista, Temer indicou o deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) para resolver um assunto da empresa goiana. Posteriormente, Rocha Loures foi filmado recebendo uma mala com R$ 500 mil enviados pelo próprio Joesley. Temer também ouviu do empresário que estava dando a Eduardo Cunha e ao operador Lúcio Funaro uma mesada na prisão para ficarem calados. Ao receber a informação, Temer respondeu: “Tem que manter isso, viu?”. (Com informações da Agência Brasil)

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ADALBERTO DE QUEIROZ

Olha o nome do porta-voz da reunião em que Temer se diz “mais firme do prego em gelatina”…PETECÃO, s.masc.: peteco grande!