“Não tenho compromisso com quem não tem comigo”, diz Lincoln sobre Policarpo

Apesar de serem do mesmo partido, o vice-governador eleito afirmou que não foi procurado pelo novo presidente da Câmara Municipal de Goiânia

Romário Policarpo e Lincoln Tejota | Foto: reprodução

O espaço do Partido Republicano da Ordem Social (Pros) tem crescido em Goiás. A partir de 2019, será a terceira legenda com mais assentos na Assembleia Legislativa, terá um vice-governador, Lincoln Tejota, e um presidente na Câmara Municipal, Romário Policarpo – eleito nesta terça-feira, 4. Apesar disso, parece que a sigla não tem caminhado em uníssono.

Quem afirma é o próprio Tejota que, em entrevista, disse que foi sua a decisão de não participar do processo que elegeu Policarpo. “Infelizmente esse vereador não veio pro partido através de mim, não me procurou em nenhum momento desde que ele filiou a sigla, não me procurou no começo para pedir meu apoio, não conversou com Tiãozinho e eu não tenho compromisso com quem não tem compromisso comigo”, declarou o vice-governador eleito.

Para Lincoln, que também é presidente do Pros em Goiás, a vitória de Policarpo é um “projeto pessoal”, não é um projeto partidário, pois se fosse eles teriam discutido sobre. “Não tenho nada contra ele, parabéns por ter ganhado, mas decidi não participar e não me envolver, da mesma forma que o Tiãozinho e minha esposa [Priscila Tejota]”, conclui.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.