“Não temos poder da multiplicação dos pães”, diz Caiado sobre economia no Estado

Governador afirma que prioriza pautas emergenciais e aguarda ajuda do Governo Federal

Foto: Divulgação

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), disse, em entrevista coletiva, durante posse do novo comandante da Rotam, que espera compreensão do cidadão goiano em relação à Economia do Estado.

Caiado afirma que conta com a população para quitar todos os seus compromissos e pagar seus impostos e, assim, ajudar a administração a equilibrar as contas.

Entretanto, ele justifica: “Não temos o poder da multiplicação dos pães, precisamos dar prioridade para aquilo que o Estado vem arrecadando”. Para o governador, “o principal é cuidar da vida do goiano”.

Mas reitera que, agora, espera pela inserção ou não de Goiás no Regime de Recuperação Fiscal do Governo Federal. “Vamos depender da missão que eles vão mandar a partir do dia 14 de janeiro”, disse.

O democrata informa, ainda, que recebeu o governo com R$ 11 milhões no caixa único e uma dívida de R$ 3,4 bilhões. “Então eu tenho que priorizar o dinheiro para as áreas mais emergenciais do Estado”, afirmou, citando o Hospital Materno Infantil como exemplo.

6 respostas para ““Não temos poder da multiplicação dos pães”, diz Caiado sobre economia no Estado”

  1. Avatar Ricardo disse:

    A vida do funcionário público, a alimentação de sua família e sua sobrevivência não é prioridade né? É esse pensamento escroto que tornam pessoas de bem, bandidos.

  2. Avatar Jardel disse:

    Sr cágado vc n disse q era O kra q resolvia td. O estado vc sabe como estava. Tinhas q antever os problemas e buscar solucao

  3. Avatar Edna Cândida da Silva disse:

    A vida do funcionário não é levada em consideracao?. Temos que comer. Pagar água, luz, o rapaz do corte não quer saber se não tenho como pagar. Tive que cancelar todo o tratamento que faço para o diabetes e artrite… Além de não conseguir arcar com o alto custo da medicação. Com 36 anos e 7 meses de trabalho efetivo no magistério tenho que passar por uma situação dessas….É uma afronta!

  4. Avatar ELMA MARIA disse:

    Servidor não é cidadão goiano? Temos que pagar nossas contas, a Aneel e Saneago não vai parcelas nossas contas para pagarmos, o Sr sabia da condição financeira do estado, pq aceitou? Prioridade tem que dá a quem coloca o estado par a funcionar, a prioridade é pagar aos servidores.

  5. Avatar Luciana disse:

    Acho uma situação terrível, como o salário do servidor ser visto como prioridade? OndeOnd se viu trabalhar prestar seu trabalho com toda decência e não receber, nossa família não se alimenta, não toma banho, só que, se os servidores cruzarem os braços o estado não anda, convido o governador a enfrentar uma sala de aula de placa com 45 alunos e chegar a data de receber o que lhe é de direito e ouvir que o governo tem prioridade!

  6. Avatar Quero meu dinheiro disse:

    se sua prioridade fosse a vida do goiano pagaria aqueles que recebem pouco e precisa do dinheiro para sobreviver e não os que recebem alto valor e devem ter dinheiro em conta. Meu gás acabou e onde eu vou conseguir outro sem dinheiro em?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.