“Não posso ficar isento”, diz Francisco Jr. sobre segundo turno

Deputado estadual do PSD explicou que conversará com sua base para definir apoio e se colocou à disposição dos candidatos 

Francisco Jr. durante entrevista | Foto: Rafael Batista

Francisco Jr. durante entrevista | Foto: Rafael Batista

Surpresa da eleição de 2016 em Goiânia, o deputado estadual Francisco Jr. (PSD) afirmou, durante entrevista, que não ficará “neutro” no segundo turno na capital.

“Acredito que como homem público não posso me isentar desse posicionamento. Não vou agradar todos os meus eleitores, mas eu tenho que dar transparência e mostrar com clareza a minha posição”, explicou.

Tendo conquistado quase 10% dos votos válidos no último domingo (2/10), o pessedista diz que ficou muito satisfeito com o resultado das urnas e que, agora, tem uma grande responsabilidade: a de apoiar um dos dois candidatos — Vanderlan Cardoso (PSB) ou Iris Rezende (PMDB).

“Nesse primeiro momento tenho que ouvir muito. Estou ouvindo a minha base, meus colegas de partido, os vereadores eleitos, os suplentes. Vou tomar uma decisão procurando o máximo de coerência. Tenho que ter responsabilidade com aqueles que acreditaram no nosso projeto. Vou indicar os motivos, agindo com bom senso e coerência”, garantiu.

Questionado sobre o sucesso de sua candidatura — que superou a candidata apoiada  pela gestão do atual prefeito de Goiânia, Paulo Garcia (PT) –, ele creditou ao “seu jeito de fazer política” (slogan da campanha).

“Fizemos uma campanha muito propositiva, de alto nível, com pouquíssimos recursos, pouco tempo de TV e estrutura. A população entendeu a nossa proposta e houve um crescimento na medida em que isto era reconhecido. Foi muito positivo perceber que o eleitor compreendeu o que estava propondo, pena que não tivemos mais tempo para avançar. A campanha ia numa crescente e se nós tivéssemos mais tempo teríamos crescido mais”, conjecturou.

Ainda sobre o segundo turno, o deputado estadual se colocou e colocou seu plano de governo à disposição dos dois candidatos: “Fizemos propostas inovadoras e que merecem ser levadas em conta”.

Ao Jornal Opção, lideranças do PSD afirmaram que as chances do partido apoiar Iris Rezende são “remotas”. A tendência é que Francisco Jr. declare apoio a Vanderlan Cardoso.

 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.