Na Avenida Paulista, Bolsonaro afirma que não irá cumprir mais nenhuma ordem de Moraes

“Alexandre de Moraes, esse presidente não mais cumprirá”, disse o presidente

Bolsonaro discursa na Avenida Paulista, em São Paulo – Foto: Reprodução/Facebook

Durante a tarde deste 7 de setembro, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voou até a Avenida Paulista, em São Paulo para discursar para os manifestantes ali presentes. Em sua fala, ele atacou o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, chamando-o de canalha e afirmando que não irá respeitar mais nenhuma ordem do ministro.

“Nós devemos sim, porque eu falo em nome de vocês, determinar que todos os presos políticos sejam postos em liberdade. Alexandre de Moraes, esse presidente não mais cumprirá. A paciência do nosso povo já se esgotou”, disse o presidente.

“Dizer a esse ministro que ele tem tempo ainda para se redimir. Tem tempo ainda de arquivar seus inquéritos. Sai Alexandre de Moraes, deixa de ser canalha, deixa de oprimir o povo brasileiro.”

O presidente também ameaçou Moraes, dizendo que ou ele se “enquadra” ou ele sairá do cargo. “Ou esse ministro se enquadra ou ele pede para sair. Não se pode admitir que uma pessoa apenas, um homem apenas turve a nossa liberdade.”

As manifestações do dia 7 de setembro foram marcadas por discursos anti-democráticos tanto dos manifestantes quanto de Bolsonaro. O Executivo fez ameaças e críticas, principalmente ao STF, em especial os ministros Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso, esse último presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.