Na Assembleia, sindicatos protestam contra privatizações

Há entendimento que venda de ações da Saneago se trate de uma desestatização, mas líder do Governo explica que o Estado continuará tendo controle sobre a maior parte da estatal

Foto: Eduardo Pinheiro/Jornal Opção

As galerias da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), nesta quinta-feira, 31, estão tomadas por trabalhadores e integrantes de sindicatos que protestam contra possíveis privatizações de estatais pelo governo do Estado.

Isso, porque há uma interpretação de que o projeto de Lei que permite a venda de 49% das ações da Saneago seja uma privatização da estatal responsável pelo saneamento e abastecimento de água em Goiás.

Entretanto, o líder do Governo, Bruno Peixoto (MDB), já explicou que se trata apenas de uma abertura para o mercado e que o Estado continua tendo o controle sobre a maior parte da companhia, tendo domínio sobre 51% da estatal. Nesta quinta, 31, deputados votam em primeira apreciação o projeto.

Está presente o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas no Estado de Goiás (Stiueg), do qual fazem parte trabalhadores da Saneago.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.