Mulher é presa em Goiânia suspeita de matar filha e esconder corpo em caixa por 5 anos

Professora de matemática de 37 anos confessou o crime à polícia. Márcia Zacarelli matou a criança por asfixia, usando um travesseiro

Reprodução/Polícia Civil

Reprodução/Polícia Civil

A Polícia Civil de Goiânia apresentou, nesta quarta-feira (10/9), uma mulher suspeita de matar a filha recém-nascida e ocultar o corpo em uma caixa. O cadáver da criança foi encontrado em um apartamento do Setor Bueno, bairro nobre da capital, escondido no escaninho do imóvel.

Conforme informações da corporação, a professora Márcia Zacarelli, de 37 anos, foi presa na última terça (9), pouco após a descoberta do crime, por ocultação de cadáver. Ela também deve responder por homicídio qualificado.

De acordo com a delegada Ana Cláudia Stoffel, responsável pelo caso, a professora confessou a autoria do homicídio durante o interrogatório. Márcia teria matado a filha no ano de 2011 devido ao fato de a criança ter sido fruto de uma relação extraconjugal.

Em depoimento, ela disse, ainda, que vivia uma crise em seu casamento na época e passava por um quadro de depressão. Conforme relatou a professora à polícia, ela matou a criança por asfixia, usando um travesseiro.

Questionada, durante o interrogatório, sobre a razão pela qual manteve o corpo da criança ao longo dos últimos cinco anos no interior do escaninho do prédio, Márcia afirmou argumentou recusa em se separar da filha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.