Mujica deve ir ao Senado explicar suposta confissão de Lula sobre o mensalão

Petista teria dito ao uruguaio que mensalão era “a única forma de governar o Brasil”. Proposta de Caiado foi aprovada na Comissão de Relações Exteriores do Senado

Lula teria confessado a Mujica que o mensalão seria "a única forma de governar o Brasil" | Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula

Lula teria confessado a Mujica que o mensalão seria “a única forma de governar o Brasil” | Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula

A Comissão de Relações Exteriores do Senado aprovou na manhã desta quarta-feira (3/6) o requerimento de convite ao ex-presidente do Uruguai, José Mujica, para esclarecimentos acerca de declarações feitas no livro “Uma ovelha negra no poder”. Mujica teria dito que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) teria confessado a ele que o mensalão seria “a única forma de governar o Brasil”.

Quase um mês após realizar o pedido, o senador Ronaldo Caiado (DEM) comemorou a decisão. “Tenho a certeza de que Mujica não vai decepcionar os brasileiros e virá ao Senado esclarecer essa história. Ele como um defensor da ética e um homem que sempre condenou práticas corruptas não vai nos deixar sem explicações sobre o ocorrido”, disse.

O requerimento aprovado convida também o ex-vice-presidente uruguaio, Danilo Astori, que também teria participado do encontro onde Lula teria feito a confissão.

Mal entendido?

Pouco após terem se espalhado notícias sobre a suposta confissão de Lula, o ex-presidente uruguaio afirmou, em entrevista ao “Estadão”, que o petista nunca falou com ele sobre o mensalão. Mujica afirmou que o que Lula disse foi que, por ter minoria parlamentar, sofria pressões e chantagens, mas nada referente a corrupção ou dinheiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.