MPGO apreende mais de 3 toneladas de carne estragada em Luziânia

Durante operação, produtos foram inutilizados e descartados no próprio local

Foto: Divulgação/MPGO

Em operação articulada pelo Ministério Público de Goiás (MPGO), dentro do Programa Goiás Contra a Carne Clandestina, foi apreendida mais de 3 toneladas de carne imprópria para o consumo em Luziânia, no Entorno do Distrito Federal.

Ao todo, foram apreendidos 3.243 quilos (kg) de produtos de origem animal em 43 estabelecimentos visitados no município, nos dias 20,21 e 22, incluindo pescados, segundo dados da Agrodefesa, da Superintendência Estadual de Vigilância Sanitária (Suvisa) e da Vigilância Municipal.

O Procon Goiás apreendeu ainda 700,47 litros de produtos líquidos e 725,34 kg de produtos sólidos, todos impróprios ao uso e consumo. Os produtos apreendidos foram inutilizados e descartados no próprio local. 

A ação foi articulada pelo Centro de Apoio Operacional do Consumidor e Terceiro Setor do MPGO, coordenado pelo promotor Rômulo Corrêa de Paula, e pelo promotor Fernando Centeno Dutra, da 8ª Promotoria de Luziânia. Participaram, em conjunto com o MPGO, o Procon Goiás, Agrodefesa, Superintendência de Vigilância Sanitária Estadual, Vigilância Sanitária Municipal, Polícia Militar, Superintendência de Polícia Técnico-Científica e Polícia Civil.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Jaider

Tem que divulgar os nomes do estabelecimentos, a população tem o direito de saber…

dridelfino

Poderia ter anunciado o nome dos estabelecimentos também.
O consumidor merece saber.