MPF pede afastamento do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles

Ministro é acusado de improbidade administrativa por”desestruturação dolosa das estruturas de proteção ao meio ambiente”

Foto: Reprodução

Nesta segunda-feira, 6, doze procuradores da República pediram o afastamento do cargo do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. O Ministério Público Federal (MPF) acusou Salles de improbidade administrativa por “desestruturação dolosa das estruturas de proteção ao meio ambiente”.

“Por meio de ações, omissões, práticas e discursos, o Ministro do Meio Ambiente promove a desestruturação de políticas ambientais e o esvaziamento de preceitos legais, mediante o favorecimento de interesses que não possuem qualquer relação com a finalidade da pasta que ocupa” defenderam os procuradores.

A ação tramita na 8ª Vara da Justiça Federal. Em nota, o Ministério do Meio Ambiente (MMA) disse que “a ação de um grupo de procuradores traz posições com evidente viés político-ideológico em clara tentativa de interferir em políticas públicas do Governo Federal. As alegações são um apanhado de diversos outros processos já apreciados e negados pelo Poder Judiciário, uma vez que seus argumentos são improcedentes”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.