MP oferece denúncia contra homem que estuprou, matou e arrancou coração de idosa em Aparecida

Vítima teve tórax aberto por Igor e teve seu coração e parte do pulmão arrancados, órgãos que também foram jogados aos cães

Foto: Polícia Civil/ Divulgação

O Ministério Público de Goiás ofereceu denúncia contra Igor Ribeiro Nascimento pelos crimes de latrocínio e tortura praticados contra Thelma Mendonça de Carvalho, em Aparecida de Goiânia, em junho deste ano. O homem também foi denunciado por corrupção de menor de 18 anos, por ter induzido dois adolescentes a ajudá-lo nos crimes. O crime chocou os moradores de Aparecida pela conduta fria e cruel dos autores.  

Segundo o promotor de Justiça Milton Marcolino dos Santos, na tarde de 25 de junho, Igor corrompeu uma menina e um garoto, ambos com 15 anos, para cometer crimes em Aparecida de Goiânia.

Relembre o Caso

Os autores teriam se reunido em uma praça no centro da cidade para planejar o roubo na casa da idosa. Na sequência, eles foram ao local, subiram no muro, ficando a adolescente naquele lugar para dar guarida aos comparsas.

Igor e o rapaz, então, renderam a vítima e ordenaram que ela ficasse calada, sendo amarrada, amordaçada e trancada em um dos quartos da casa. A garota, que estava na vigília, se juntou ao grupo em busca de objetos de valor. Nesse momento, Thelma conseguiu se desvencilhar da mordaça e gritar, quando os três a ameaçaram de morte, caso ela não informasse onde estavam os pertences e se gritasse novamente. A mulher foi novamente amordaçada, quando, então, Igor a estuprou.

Mais uma vez, a vítima conseguiu se livrar da mordaça e amarras e correu para outro quarto, fechando a porta e passou a gritar por socorro. Igor e o adolescente arrombaram a porta e, com facas, ameaçaram a mulher e novamente a prenderam e a silenciaram.

Começou então a sessão de tortura, em razão de não terem achado bens de valor, além de R$ 9,00 em moedas e dois celulares. Igor mandou o adolescente esfaquear a barriga da vítima, no que foi obedecido, tendo a mulher implorado por clemência enquanto agonizava.

Igor, percebendo que ela não tinha morrido, ordenou que o rapaz cortasse o pulso de Thelma, o que foi feito. Após alguns momentos de sangramento, Igor deu várias facadas no abdome e, com a vítima ainda viva, extirpou parte da mama e a jogou para que o cachorro da casa comesse. Ainda agonizante, a mulher teve seu tórax aberto por Igor e teve seu coração e parte do pulmão arrancados, órgãos que também foram jogados aos cães.

Não satisfeito, Igor colocou um pano sobre o corpo, jogou sobre ele um líquido inflamável e ateou fogo, destruindo-o parcialmente. Junto com o adolescente, o denunciado jogou terra e pedaços de madeira sobre a mulher, na tentativa de eliminar o cheiro de carne humana queimada.

Depois disso, o trio retirou alguns bens da casa, tendo a adolescente ficado com um celular, Igor com uma geladeira e uma televisão. Para retirar os móveis, eles alugaram um veículo de frete por R$ 20,00 e levaram o produto do crime para casa de Igor. Igor e os dois jovens, de posse da chave da casa, ainda voltaram ao local por mais dois dias em busca de pertences. Após os crimes, eles foram localizados, sendo Igor preso e os adolescentes apreendidos. (Com informações do MP-GO)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.