MP decide reavaliar as 4 denúncias feitas contra comerciante que foi pisoteada por PM

Ela estava sendo acusada de infração de medida sanitária preventiva, desacato, resistência e lesão corporal contra um dos policiais envolvidos

O Ministério Público resolveu reavaliar as 4 denúncias feitas contra uma comerciante de 51 anos que em 2020 foi pisoteada por policiais na Zona Sul de São Paulo. Segundo a promotora que registrou as denúncias, a decisão será revista porque “considerando que a denúncia ainda não foi recebida e a existência de fatos novos, requeiro nova vista dos autos para melhor análise”.

A comerciante teria reagido contra um dos policiais para defender um amigo que estava sendo agredido e já se encontrava ensanguentado por conta das lesões causadas pelo policial. Ela foi indiciada por infração de medida sanitária preventiva, desacato, resistência e lesão corporal contra um dos policiais envolvidos.

“Os policiais militares, vítimas nestes autos, foram denunciados perante à Justiça Militar pela prática de lesão corporal e abuso de autoridade, pelos mesmos fatos apurados neste inquérito policial. Consta, ainda, a publicação de um vídeo registrando os fatos. Diante disso, a subscritora solicitou informações à Promotoria da Justiça Militar para confirmar a veracidade das informações. Nesse cenário, há fatos novos que devem ser analisados pelo Ministério Público”, disse no documento a promotora que fez as denúncias, Flávia Lias Sgobi.

O advogado da comerciante, Felipe Morandini, já tinha declarado que achava a denúncia uma “estapafúrdia”. “Até por causa de tudo que foi noticiado e considerando o avanço do processo que corre na Justiça Militar, contra os policiais, o que se esperava era o arquivamento do inquérito, mas infelizmente isso não aconteceu”, disse o advogado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.