Motorista do Uber que traficava drogas durante corridas é preso em Goiás

Mulher de traficante era transportada de Goiânia até o interior para entrega dos entorpecentes

Um motorista de Uber foi preso nesta quinta-feira (28/12) por tráfico de drogas durante as corridas.

De acordo com a Polícia Civil de Firminópolis, o homem realizava corridas da capital até a cidade, fazendo o transporte da esposa de um detento da unidade prisional. O detento foi preso há alguns meses pela DENARC por tráfico de drogas.

Os policias já investigavam o grupo criminoso há um mês. Segundo as denúncias, os suspeitos presos iam, nos dias de visita, na unidade prisional e realizavam a entrega de drogas na cidade a outros traficantes.

No momento da prisão, foi encontrada com a passageira uma agenda descrevendo toda a contabilidade do tráfico, contendo informações de dívidas  de aproximadamente dez mil reais de drogas que deveriam ser recebidas dos compradores de Firminópolis.

Em entrevista ao Jornal Opção, o delegado Tiago Junqueira afirmou que a operação estava investigando a entrada de drogas no presídio da cidade, quando identificaram o suspeito. Com ele, além de maconha, foram encontrados comprimidos de ecstasy.

A assessoria do aplicativo disse que o motorista há alguns dias não usava o aplicativo. “A Uber possui uma política rigorosa em relação aos termos de uso e o colaborador será banido”, esclareceu.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.