Motorista bêbado acusado de matar jovem em Goiânia será julgado no próximo dia 15

Jéssica Queiroz foi atropelada em abril do ano passado em frente à sede do Goiás. Ela aguardava o sinal abrir quando Hélio Ferreira acertou sua moto em cheio

Jéssica Queiroz tinha 25 anos e trabalhava como gerente em um bar | Foto: Reprodução / Facebook

A Justiça marcou para o próximo dia 15 de setembro o júri popular de Hélio Ferreira, acusado de matar a jovem Jéssica Queiroz, de 25 anos, no Setor Serrinha. Ela foi morta em abril do ano passado depois que ele, dirigindo comprovadamente embriagado, a atropelou em frente à sede do Goiás Esporte Clube.

No momento do acidente, Jéssica estava de moto, aguardando o sinal vermelho abrir, quando foi acertada em cheio por Hélio. Como o carro não parou, ela foi arrastada por aproximadamente 100 metros e não resistiu à batida, morrendo antes da chegada do socorro. A jovem trabalhava como gerente de um bar.

Na época, Helio sofreu apenas algumas escoriações e foi encaminhado ao Hospital Jardim América, onde foi aplicado o teste do bafômetro que constatou a embriaguez. Ele foi denunciado pelo Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO) por homicídio e está preso desde a data do crime.

O julgamento está marcado para começar às 8h30 na 1ª Vara dos Crimes Dolosos Contra a Vida e Tribunal do Júri, no Jardim Goiás. A presidência é do do juiz Eduardo Pio Mascarenhas.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.