Ex-tucano foi sorteado relator de mandado de segurança impetrado pela Rede Sustentabilidade. Votação deve ser nesta terça-feira (17)

Foto: Pedro França/Agência Senado

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes decidiu nesta terça-feira (17/10) que o Senador Federal deve fazer votação aberta para decidir sobre o afastamento do senador Aécio Neves (PSDB-MG).

Ex-tucano, Moraes foi sorteado para relatar um mandado de segurança impetrado pela Rede Sustentabilidade com o objetivo de impedir votação secreta na deliberação em plenário prevista para esta terça-feira (17/10).

Na decisão, o ministro afirma que a votação ostensiva e nominal “dos representantes do povo, salvo raríssimas exceções em que a própria independência e liberdade do Congresso Nacional estarão em jogo, é a única forma condizente com os princípios da soberania popular e da publicidade”.

Aécio foi afastado em decorrência do inquérito em que foi denunciado por corrupção passiva. O senador foi gravado pedindo ao empresário Joesley Batista R$ 2 milhões, em troca de sua atuação política. O parlamentar tucano nega qualquer ato ilícito, afirmando que a quantia se refere a um empréstimo pessoal.

O tucano chegou a ser afastado do mandato em maio, mas retomou a cadeira no final de junho após decisão do ministro Marco Aurélio, do STF.